quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

PRESENTES DE NATAL OU NÃO...

Nesses últimos meses tive muito no que pensar e quis dar de presente para algumas pessoas o que ainda restava de forças em mim. O estranho é que fui bem sucedido e ao final das contas nem morri¹! As dores também não foram embora e o que as pessoas fizeram com o melhor de mim? Algumas nem desembrulharam, pois não souberam desatar os nós; outras desembrulharam com tanta força que não conseguiram captar a fragrância; outras olharam para o presente e não souberam como usa-lo; outras sorriram, agradeceram, mas disseram que não eram fortes o suficiente; outras disseram que o problema era a falta de fé; outras eram egoístas demais para se contentarem em compartilhar o mesmo presente; outras simplesmente o recusaram e outras me abraçaram... Mas eu quis me presentear também. Aliás, ainda quero me presentear! Respeito por mim tenho de sobra porque sou "crente" (como as pessoas costumam rotular quem crê na Eternidade conforme está escrito lá no Livro Sagrado) e tenho planos grandiosos para mim. Planos esses que não envolvem algo aqui na Terra (ao menos não nessa Terra), pois faz tempo que se não for para me doar nem tenho ânimo para sair de casa. É. Não gosto do mundo, do que dizem que a TV mostra, do conteúdo de alguns livros, de minha atitude em relação a algumas coisas, mas quero me dar um presente que envolve ainda mais respeito e mais cuidado com quem realmente conta. Deve ser isso! Quero de presente a sensação de que estou à altura de meus verdadeiros amigos...

Ronaldo Rhusso



¹Estava pára sofrer uma intervenção cirúrgica e dei uma acelerada na vida... Bom... Era grave, mas acelerei á toa.

2 comentários:

Inezteves disse...

Não consegui entender muito bem sua mensagem, mas o quanto a virtualidade pode e é capaz em transmitir saiba que colhi só o bem através de sua companhia virtual!

Chica disse...

Ronaldo! Espero que passes por aqui, pois perdi o contato e, mas não quero deixar de desejar um lindo e muito feliz niver, amanhã.

Não esqueço pois é junto com minha mãe, que amanhã completará 85 anos.

Um abração e tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,SEMPRE!!! chica