quarta-feira, 10 de agosto de 2011



Trovinhas para Isabel!


Acredite, ó querida:
Eu não cria em amizade
Nessa, n’outra ou qualquer vida
Como a nossa: de verdade!

Agradeço ao bom D’us
Por um privilégio assim!
Ele que em cuidados Seus
Revelou você pra mim!

Oro por sabedoria,
Por manter o privilégio
De fruir com alegria
Desse Dom que é quase régio.

Seja sempre abençoada
Junto com os caros seus!
Essa vida não é nada
Sem amigos e sem D’us!

Ronaldo Rhusso

Um comentário:

Van disse...

Oi!
Visitando a Luna vim parar aqui em tua poesia que achei o máximo!
Linda mesmo!
Concordo plenamente contigo: Sem amigos e sem Deus nada somos. Beijo. Ivany