quinta-feira, 1 de maio de 2014

Também amo você!


Como esquecer a luz se a claridade
habita no meu peito e meu olhar;
recebe-a qual recebe rios o mar
e lhe completam sua imensidade?

Como esquecer o amor se a humanidade
despida do desejo de abraçar
a solução pro mal a lhe tragar
olvida o que lhe salva de verdade?

A ver única e bela saudação
sorrio e me afaga a Poesia,
salvando uma manhã quase vazia.

A ver única luz na imensidão
do frio no meu cansado coração
encontro forças para mais um dia...


Ronaldo Rhusso

2 comentários:

suzette.rz disse...

Gosto muito meu amigo poeta do teu modo de pensar, da religiosidade que habita teu coração. Parabéns viu? bjs

Elischa Dewes disse...

"Também amo você!" encantamento e pura poesia que faz muito bem ao coração, Meu carinho e abraço, querido amigo poeta! bjs