sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Naturalmente...



Por trás da maquiagem: perfeição!
Que linda alma poética eu vejo...
Real sucesso, sei, vem! Antevejo
e alegre me acelera o coração...

Eu sei, queres pegar o Sol co’a mão
e há quem zombe desse seu desejo,
mas portas a vitória e nesse ensejo
garanto: teu sonhar não é em vão!

Desnuda o templo nobre... Oh! És tão linda!
Não crês que D’us te fez tão singular
que qual a ti não dá pra comparar?

O que encobre a tez, atentes, blinda
o toque do Eterno, a marca infinda
dAquele que não tarda e vai voltar...

Ronaldo Rhusso



2 comentários:

Ineifran varão disse...

Mais um belíssimo soneto. Parabéns, caro poeta. Abraços

nayara tostes disse...

OLA meu nome é nayara tostes tbm adoro poesias e gostei muito deste soneto.
parabens.