domingo, 19 de janeiro de 2014

Risonho...



Oh! Ela ama flores! Não é lindo?
Pois flores são escritos que componho
Alguns reais e outros tantos, sonho
Que nem vai pro papel, já nasce findo...

Não ligo para número, eu me blindo
ante essa tradição. Por mim deponho
no mais belo jardim, sim sempre ponho!
Se vai frutificar... Quem sabe (rindo)?

Metade do meu ser é um poema!
É flor que tem espinho, mas é bela
e pode ser, sim, óleo sobre tela...

Outra metade é louca e faz que trema
os alicerces dela (é louco esquema)!
Sorrio olhando o rio dessa janela...

Ronaldo Rhusso





3 comentários:

suzette.rz disse...

Tenho lido maravilhas poeta e amado cada inspiração tua. Parabéns de verdade, beijo grande.

suzette.rz disse...

Nossa!!! Que beleza de poesia! Amei demais!!! Bj grande

suzette.rz disse...

O segundo comentário foi para a poesia ATENTES. Fiz uma confusão. Desculpe amigo.bj